Destaque »

Ganso empata com Patrocinense e garante vaga na semifinal da Segundona

14 de outubro de 2018 – 0:07 |

Terminou agora a pouco, ( sábado,dia 13 de outubro de 2018), a partida entre Patrocinense e Araxá Esporte, no estádio Júlio Aguiar, na cidade de Patrocínio, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

Árvores em torno da Igreja Nossa Senhora das Graças, no Barreiro, são retiradas

Codemig está investindo mais R$ 1,5 milhão nas obras

As árvores que ficam em torno da Igreja Nossa Senhora das Graças, no complexo do Barreiro, foram arrancadas, para dar continuidade às obras que estão sendo realizadas no local. Segundo o chefe de Departamento do IPDSA, Alex Sander Ribeiro, as árvores estavam danificando a estrutura da Igreja onde os operários da obra já estavam trabalhando.

A divisão de Meio Ambiente do IPDSA foi solicitada, e o corte foi autorizado. Primeiramente, a avaliação verificou se seria suficiente apenas a poda das raízes, mas constatou-se que isso não ajudaria nas obras. As árvores eram da espécie Figueira Benjamin, uma espécie que pode alcançar mais de 30 metros de altura e que possui raízes que destroem todos os obstáculos que encontram para procurar água e outros nutrientes.

O local está sendo reformado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), que está investindo R$ 1,5 milhão nas obras. A Companhia apresentou um novo projeto paisagístico ao IPDSA, e toda a obra está sendo fiscalizada pelo IEPFA – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Grande parte da sociedade que frequenta o Barreiro ficou escandalizada quando deparou com a nova paisagem do entorno da Igreja, que não tem mais a imponência das antigas figueiras que traziam, para o local, além de beleza, muita sombra, conforto e tranquilidade para aqueles que ali buscavam um momento de entretenimento. A reclamação foi muito grande, e todos esperam que a recomposição ambiental seja rápida e sem perdas para o ambiente e para os frequentadores do local.

A informação que se tem é que no local, serão plantadas outras árvores, adequadas ao local, cujas espécies ainda não foram definidas, não havendo, ainda uma previsão de quando isso acontecerá.