Destaque »

16 times vão brigar pelo titulo do Campeonato Amador

18 de setembro de 2018 – 15:45 |

Terminou no último domingo, dia 16 de setembro de 2018, a primeira fase do Campeonato Amador Unificado ( 1º e  2º divisões). A rodada apontou os 16 times classificados para a próxima etapa do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Cultura

Sempre um papo recebe Marcelo Rubens Paiva

O Sempre Um Papo e o Circuito CBMM de Cultura trazem a Araxá o escritor Marcelo Rubens Paiva para o debate e lançamento do livro “As Verdades Que Ela Não Diz”. O evento acontecerá na segunda-feira, dia 12 de agosto, às 19h30, no Centro de Convivência do UniAraxá. A entrada é gratuita.

Trinta anos depois de lançar seu primeiro livro, “Feliz ano velho”, Marcelo Rubens Paiva reúne suas melhores crônicas e contos, escritos ao longo dos últimos anos, num livro que retrata o singular universo feminino. As relações a dois – até a três – as traições, as paixões, a amizade, o confronto e as brigas entre os casais são esmiuçados por esse observador da vida cotidiana, que recria em seus textos o que ouve e fala, sabe ou quer saber, sem nunca perder um toque de erotismo e compaixão em seus textos. Uma narrativa irônica e afetuosa sobre as relações amorosas, os encontros e desencontros entre homens e mulheres que heroicamente continuam a se relacionar das formas mais improváveis – pra não dizer impossíveis.

Marcelo Rubens Paiva

Nasceu em São Paulo, no dia 1 de maio de 1957. “Feliz Ano Velho”, livro brasileiro mais vendido na década de oitenta e ganhador do prêmio jabuti em 1982, narra seus desafios para recuperar os movimentos das mãos e dos braços depois de um grave acidente que o deixou paraplégico. Ganhou o prêmio Shell de melhor autor teatral em 2000 e o prêmio da ABL de Cinema pelo roteiro “Malu de Bicicleta” em 2012. Cronista de O Estado de São Paulo, tem dez livros publicados, traduzidos para vários idiomas. É também autor e diretor de peças teatrais. Sua peça “E Aí, Comeu?”, adaptada recentemente para o cinema, tornou-se grande sucesso de bilheteria.