Destaque »

‘Rock Bocaína 2017’, agitou final de semana esportivo em Araxá

20 de outubro de 2017 – 20:49 |

Foram quatro dias de muita ação, adrenalina e integração esportiva, na realização da 3º edição do Rock Bocaína, que aconteceu no último fim de semana, entre os dias 12 e 15 …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Turismo

Coragem, Aventura e Desafio

Amigos da Turma do Pedal viajaram de Araxá a Camboriú, de bike, superando sol, chuva, cansaço  e pouca estrutura das rodovias do País.

Aventura, do latim “ad venture”, significa literalmente o que vem pela frente. Participar de uma atividade de aventura significa estar preparado para o que vier. Realmente para quem não é admirador e não está preparado para uma aventura, o significado passa a ser outro. Para participar de uma aventura desta natureza, é preciso gostar de pedalar, de estar em contato com a natureza e estar preparado física e psicologicamente, pois, caso contrário, o programa pode virar pesadelo ou “programa de índio”. A turma do Pedal, formada pelos ciclistas Arnaldo (Kuru), Givago Rosa, Leonardo (Léo Cabeça) e Mauro Rosa, treinam constantemente e já estão acostumados às aventuras de bike, e aproveitaram as férias de fevereiro e foram curtir o verão nas praias do sul do País. Foram 15 dias de férias, 8 deles pedalando, de sol a sol. Os quatro ciclistas tiveram o apoio do José Gaspar, que esteve presente de carro para qualquer tipo de emergência e para facilitar o retorno a Araxá.

Passamos por lugares incríveis, muitas paisagens lindas. A viagem foi bem cansativa, mas gratificante na hora em que se consegue vencer mais um desafio. “Pensei que não iria aguentar, devido às dificuldades do percurso”, acrescentou Léo Cabeça. Depois de 8 dias pedalando, o descanso merecido veio nas belas praias de Camboriú.

O Percurso

A saída foi no dia 15 de fevereiro, por volta das 7h30, sentido Uberaba e Ribeirão Preto, com um total percorrido, no primeiro dia, de 150km, com pernoite próximo à cidade de Ituverava, já no Estado de São Paulo. No segundo dia, a saída foi por volta das 7h, com mais 150km de pedal, pernoitando na cidade de Cravinhos. A chuva no terceiro dia atrasou a pedal, que começou às 9h30, com um percurso, no dia, de 125km, com pernoite próximo à Rodovia dos Bandeirantes, já no município de Limeira. No quarto dia, ficaram para trás as cidades de Santa Bárbara, Itu, com pernoite já próximo à cidade de Sorocaba, com a maior distância percorrida em um dia: 160km. O quinto dia também não teve trégua e foram mais 160km de pedal intenso, boa parte deles na rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo a Curitiba, com fluxo intenso de carro e caminhões. A saída foi às 6h30, passando pela Serra de Paranapanema, com pernoite no município de Registro (SP), quase na divisa com o Estado do Paraná. O sul do País chegou no sexto dia; foram 145km, com pernoite próximo a Curitiba. Mantendo o ritmo, a saída no sétimo dia foi às 7h, Curitiba e São José dos Pinhais ficaram para trás e foram 180km pedalados, com pernoite na divisa do Paraná com Santa Catarina, rumo a Joinvile (SC). A façanha se concretizou no oitavo dia, com 110km pedalados, com chegada na cidade de Camboriú por volta da 13h do dia 23 de fevereiro, um total de 1.180km.

As pernoites aconteceram sempre em postos de gasolina com estrutura para um bom banho e uma boa janta.

A Turma do Pedal realiza diversas aventuras de menor percurso visitando as cidades vizinhas a Araxá, mas as mais prazerosas são as de grandes distâncias. Já realizou aventuras interestaduais para as cidades de Porto Seguro, na Bahia, em 2000, foram para Guarapari, no Espírito Santo, em 2004, visitaram Florianópolis, em Santa Catarina, em 2005, e em 2013, voltaram em Santa Catarina para conhecerem Camboriú.

Sempre que termina uma aventura desta natureza, imediatamente fica a pergunta no ar, principalmente para os participantes: qual será a próxima? “A vontade é voltar em Porto Seguro para refazer a primeira viagem, que aconteceu no ano de 2000”, já sonha o ciclista Léo.