Destaque »

Aracely assina convênio com o Ministério da Integração Nacional no valor de 45 milhões

13 de dezembro de 2018 – 11:45 |

O prefeito Aracely de Paula esteve em audiência com o Ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, na quarta-feira, 12, em Brasília. O encontro no gabinete do presidente da Câmara Federal, Deputado Rodrigo Maia, marcou …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Reabertura do frigorífico está prevista para junho

A Prefeitura Municipal de Araxá está trabalhando para reabrir o Frigorífico Pacheco, atualmente denominado de Frigorífico Municipal. Desde o início de 2013, o ex-candidato a prefeito de Araxá nas eleições municipais 2012, pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), Ronito Roberto dos Reis, assumiu a administração do frigorífico. A sua nomeação foi em fevereiro passado como chefe de Departamento na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural.

É importante salientar que o frigorífico chegou a ser interditado por não atender às exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 2012, entre as mais graves das faltas, a utilização de água sem tratamento adequado para a indústria e a prefeitura.

Ronito disse que a prefeitura encontrou muitos problemas, mas a maioria deles está solucionada. “O frigorífico ficou parado mais de um ano, com muito mato na entrada, com animais peçonhentos e uma série de irregularidades, mas, em um prazo mais curto, resolvemos a maioria dos problemas aqui e o que falta é a parte burocrática, que depende de outros órgãos fiscalizadores. Estamos correndo atrás com a papelada para que isso seja resolvido em menor tempo possível”, comentou.

Assumir o frigorífico municipal é um sonho realizado por Ronito, de participar da administração pública de Araxá. “Desta oportunidade que ele me propôs, aceitei o desafio e estamos aqui prontos para fazer com que esse frigorífico funcione bem, que o povo de Araxá tenha uma carne de qualidade, acima de qualquer suspeita de doença e, quem sabe, com o trabalho que a gente quer desenvolver, que o preço melhore”, argumentou.

Antes da reabertura da indústria, prevista para junho, uma reunião vai ser feita com os outros frigoríficos da região para definir uma tabela de preços que seja benéfica tanto para a Prefeitura como para os consumidores.

Ronito afirmou que a estrutura do frigorífico será mantida. “A estrutura física vai ser apenas melhorada. Nós vamos fazer um reparo todinho na parte de refrigeração, que é a alma do frigorífico, que realmente conserva o produto depois do abate. Vamos fazer um pente fino nessa parte que está faltando. São pequenos detalhes que precisam ser melhorados. O importante é que tenha um bom processo de refrigeração para ter qualidade no produto final”, concluiu.

Para reabrir o frigorífico, o prefeito Jeová Moreira da Costa (PDT) terá que enviar um projeto que crie uma estrutura com cargos definidos dentro da municipalidade à Câmara Municipal.