Destaque »

Assinado o protocolo de intenções para instalação da fábrica da McCain em Araxá

16 de agosto de 2019 – 17:03 |

A assinatura do protocolo de intenções para a instalação da empresa McCain do Brasil Alimentos no município de Araxá, aconteceu na última sexta-feira, 9 de agosto, no Teatro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Câmara aprova, em 1º turno, retorno das férias de julho, aos vereadores

Projeto não está ainda aprovado em definitivo, pois a proposta será apreciada novamente, pelos parlamentares, depois do dia 26 deste mês.

A mesa diretora da Câmara Municipal, composta pelos vereadores presidente Miguel Alves Ferreira Júnior (PMDB), vice-presidente, Sargento Amilton, e primeiro-secretário, Eustáquio Pereira, propôs o retorno das férias de julho aos parlamentares. A proposta que foi feita por meio de um projeto de Lei Orgânica do Município e apresentada na tarde desta terça-feira, 16, foi votada em primeiro turno e aprovada por 11 votos a zero.

Sargento Amilton (PT do B), Eustáquio Pereira (PT do B), Professor Cachoeira (PDT), José Gaspar Ferreira de Castro – Pezão (PMDB), Néia da Uninorte (PDT), Garrado (PR), Alexandre dos Irmãos Paula (PR), Romário do Picolé (PT do B), Fabiano Santos Cunha (PRB), Mauro do Detran (PDT) e Miguel Júnior (PMDB) foram favoráveis a proposta.

Já os vereadores Fárley Cabeleireiro e Marcílio da Prefeitura, ambos do PT, por motivo de viagem à Brasília não participaram da votação. Carlos Roberto Rosa (PP) se retirou do plenário e não votou, e Juninho da Farmácia (DEM) foi contrário à proposta.

As férias de julho dos vereadores foram extintas em 2011, com a aprovação do projeto de autoria do vereador Juninho da Farmácia. Caso aprovada a proposta,  a matéria aponta o retorno do período de recesso aos vereadores de 1° a 31 de julho.

Como a Câmara Municipal precisa cumprir um prazo regimental de dez dias quando se trata de matéria da Lei Orgânica do Município (LOM) para votação, a expectativa é que o projeto seja novamente apreciado pelos vereadores depois do próximo dia 26 deste mês.