Destaque »

Zema passa gestão do Palácio das Mangabeiras para Codemge

26 de junho de 2019 – 11:47 |

O governador Romeu Zema assinou, na semana passada,   despacho governamental celebrando convênio de cooperação entre o Estado de Minas Gerais e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) para a gestão do Palácio …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

ARAXÁ ESPORTE X GUARANI

                              Por: Alcino de Freitas.

Seria muita burrice da minha parte dizer que o novo técnico João Martins, errou na sua escalação para o jogo em Juiz de Fora, diante do Tupi. Poderia me responder o técnico, mas, o time já havia jogado oito partidas e vencido apenas uma. Dois técnicos já haviam sido dispensados, eu cheguei, e em menos de uma semana, realizamos uma partida fora de casa e vencemos. Concordo e dou a minha mão a palmatória. Tudo isto é realmente verdade. Só que, analisando friamente a sua intenção, que era a de segurar a equipe do Tupi no primeiro tempo e soltar a sua equipe no segundo, não deu certo. Não deu, mais deu. Explico: João, iniciou a partida com um time mais defensivo, procurando não tomar gols. Sofreu dois gols no primeiro tempo. O primeiro logo aos 2 minutos e o segundo aos 37 minutos. Desceu para o vestiário no intervalo e pensou. Meu time não está bem. Ai fez o que deveria fazer. Tirou o Cafu e o substituiu pelo Breitner, um jogador leve e veloz. Sacou o Evandro, que vem atuando no sacrifício, contundido, e em seu lugar entrou o Roberto Jacaré. Resultado, o time ganhou velocidade, porém, a sua terceira substituição foi outra, bastante importantes quando, lançou Leandrinho em lugar de Michel Cury. Foi quando os meninos aprontaram uma correria prá cima do Tupi que, viu o gás do time acabar, e o Araxá Esporte, competente e veloz, conquistar a sua segunda vitória dentro da competição. Preste atenção, os gols do alvinegro araxaense foram assinalados aos 30 minutos pelo Roberto Jacaré e pelo Serginho aos 34 e 46 minutos. Agora eu gostaria de falar um pouco sobre o Sr. João Martins. Chegou à semana passada em Araxá, nas entrevistas em que concedeu não citou títulos ganhos pelas outras equipes as quais trabalhou, simplesmente declarou: “ sou conhecido como o salvador da pátria, pelo interior de São Paulo”. Educado, humilde, não exigiu comissão técnica, fez o que tinha de fazer, sem inventar. Conquistou uma vitória duríssima diante do Tupi em Juiz de Fora e está fadado a levar o Araxá Esporte Clube a uma classificação. Temos que reconhecer a sua dedicação, o seu trabalho e a sua competência. Apoiá-lo no próximo domingo quando, o Ganso terá pela frente a equipe do Guarani de Divinópolis, outro jogo difícil e que é preciso vencer. Desejamos boa sorte ao Sr. João Martins e o Araxá Esporte Clube.