Destaque »

Assinado o protocolo de intenções para instalação da fábrica da McCain em Araxá

16 de agosto de 2019 – 17:03 |

A assinatura do protocolo de intenções para a instalação da empresa McCain do Brasil Alimentos no município de Araxá, aconteceu na última sexta-feira, 9 de agosto, no Teatro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

ARAXÁ ESPORTE CADA VEZ MAIS PRÓXIMO DA 2ª DIVISÃO

                                     Por: Alcino de Freitas.

Foram 40 minutos de um futebol bem jogado. Araxá Esporte e Tombense iniciaram sábado último, 30, no Estádio Fausto Alvim em Araxá, uma partida sensacional pela oitava rodada do Campeonato Mineiro da Primeira Divisão. Um jogo franco, corrido, bem disputado, de uma beleza plástica, deixando transparecer que teríamos uma partida imprevisível. Tudo não foi além dos 40 minutos, quando Araxá Esporte sofreu o primeiro gol. Durante este tempo, o alvinegro araxaense criou oportunidades, teve um gol anulado por impedimento, mas jogava de igual para igual. Bastou tomar o primeiro gol e voltar a se apresentar como um time omisso, incompetente, retornando à campanha pífia que vem realizando dentro da competição. Tudo começou numa jogada displicente, quando o alvinegro atacava pelo lado esquerdo, com Fabiano, que não chutou a gol, preferindo fazer um passe para Michel Cury, que perdeu a jogada. Tombense contra-atacou, a bola foi lançada a Betinho, que passou a Mateus, que soltou a “bomba”, vencendo o goleiro Fernando Pompeu. Tombense 1 a 0. Deste momento em diante, Araxá Esporte não teve forças para a superação, para uma reação convicta, e a equipe do Tombense ousada, organizada, tecnicamente superior foi construindo um placar para chegar aos 3 a 0. Aos 11 minutos do segundo tempo, numa jogada pelo lado direito, após o cruzamento, Junior Negão chegou para marcar o segundo gol. Para demonstrar o momento de crise que vive o Araxá Esporte, aos 18 minutos, o volante Dudu Araxá, que fazia sua estreia no time, após cometer uma falta e receber o cartão amarelo, reclamou com o árbitro e foi expulso. O Tombense continuou buscando seu objetivo, apresentando um futebol bem articulado e de personalidade. Em seguida, a expulsão de Dudu Araxá assinalou seu terceiro gol, por meio de Joilson. Ao que assistimos daí em diante, durante o resto da partida, foi um descontrole emocional, inclusive com o pessoal do Araxá Esporte que estava no túnel, que acabaram expulsos… Uma lástima. Dentro de campo, Araxá Esporte era uma equipe carente, que amargava mais um resultado desastroso. Dava-nos pena ver uma torcida apaixonada como é a do Araxá Esporte Clube, uma torcida que compareceu, que incentivou, que prestigiou o clube durante o campeonato, vê-la diante de mais um vexame de uma campanha tão ridícula. A sétima derrota seguida, em oito partidas disputadas.  

O Araxá Esporte perdeu jogando com: Fernando Pompeu, Osvaldir (Ceará), Rodrigão Paulista, Carlão, Fabiano; Dudu Araxá, Bruno Moreno, Rafael Ipuã, Evandro; Fabrício Carvalho (César Romero), Michel Cury (Leandrinho). Técnico: Flávio Lopes.

O Tombense Esporte Clube foi de: Glaicon, Ari, André, Ramon, Guilherme Lararoni; Mateus, Joilson (Beto), Betinho (Tiago Azulão), João Guilherme; Junior Negão, Adeilson (Eder Luiz). Técnico: Marcelo Cabo.

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Márcio Eustáquio Santiago e por Ricardo Vieira Rodrigues.

Cartões amarelos. Receberam pela equipe do Araxá Esporte: Carlão, Fabiano, Dudu Araxá, Bruno Moreno e Rafael Ipuã.

Pelo Tombense: Adeilson.

Cartão vermelho, para Dudu Araxá.

Pagantes: 1.911, para uma renda de 15.350,00.