Destaque »

Ganso empata com Valeriodoce e continua no G4

24 de setembro de 2018 – 19:49 |

Em partida válida pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, versão 2018, chancelado pela Federação Mineira de Futebol, na manhã do último  domingo, dia 23 de setembro, o time do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Araxá Esporte é derrotado pela sexta vez seguida e joga partida decisiva contra o Tombense de olho na permanência na elite mineira

Por: Alcino de Freitas.

 Acreditamos que o Araxá Esporte Clube vem atuando de uma forma burocrática, com o firme propósito de jogar para não perder, porém esta é a sexta derrota consecutiva, e o time não consegue marcar, encontrar o caminho do gol. Jogando pela sétima rodada do campeonato da primeira divisão, Araxá Esporte foi até a cidade de Varginha para enfrentar a equipe do Boa Esporte, no Estádio Dilzon Melo, o Melão, e acabou amargando mais uma derrota pelo placar de 1 a 0. Acompanhamos toda a transmissão pela Rádio Imbiara, e os companheiros que cobriram a jornada, apesar de ditarem que o time alvinegro teve uma melhora sensível com a estreia de quatro novos jogadores, ainda assim, não foi suficiente para vencer. Segundo o comentarista Ferreira Júnior, o time continua escalado de forma improvisada, com Carlão na lateral direita, posição do titular Osvaldir, tem deficiência no meio de campo, e o ataque, que apesar de criar oportunidades, continua inoperante. O que mais se contesta no momento é o rígido esquema de atuar com três zagueiros quando a necessidade pré-eminente é de vencer. O meio de campo fica pouco consistente, marca mal e não apoia, e o ataque isolado não consegue ser ofensivo para marcar os gols necessários. Desta forma descreveram os companheiros que narraram o jogo entre Araxá Esporte e Boa Esporte. O time de Varginha iniciou jogando melhor a partida, porém, Araxá Esporte logo conseguiu se equilibrar e passou a jogar de igual para igual, até o momento em que o lateral Neilson interceptou uma bola com a mão, na altura dos 35 minutos, e o árbitro deu sequência à jogada, com os jogadores do Araxá Esporte reclamando. O jogo seguiu e acabou resultando no gol do Boa, assinalado por Betinho. No intervalo da partida, o técnico Flávio Lopes reclamou, mas a consequência foi sua expulsão de campo. Apesar de tudo, Araxá Esporte voltou com Osvaldir na lateral direita, arrumando aquele setor. Já a saída de Roberto Jacaré foi prejudicial, pois o atleta vinha atuando bem, mas teve que deixar o campo devido a tantas pancadas recebidas, e a saída de Leandrinho, substituído por Fabrício Carvalho, deixou o alvinegro araxaense mais organizado, mais consistente, criando boas oportunidades, porém, com os atacantes errando nas finalizações. Na segunda etapa, Araxá Esporte dominou o adversário e, se não fossem as péssimas finalizações, poderia ter obtido um resultado melhor.

Araxá Esporte perdeu jogando com: Marcelo Cruz, Carlão, Rodrigão Paulista, Diego Rafael (Osvaldir), Fabiano; Balduino, George, Rafael Ipuã; Serginho, Roberto Jacaré (Michel Cury) e Leandrinho (Fabrício Carvalho). Técnico: Flávio Lopes.

Boa Esporte Clube venceu de: Douglas, Neilson, Leandro Camilo, Rodrigo Arroz, Airton (Lucas Pavoni); Jair, Marabá, Marcelinho Paraíba, (Henrique), Radamés (Fábio Silva); Betinho e Fernando Caranga. Técnico: Sidney Moraes.

Árbitro: Renato Camilo Conceição, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e por Marcelo Francisco dos Reis.

Público: 923 pagantes                                      Renda: R$ 6.060,00

Cartões amarelos.  Equipe do Boa receberam: Jair, Lucas Pavoni, Marcelinho Paraná e Fernando Caranga.

Pelo Araxá Esporte: Carlão, Balduino e Serginho, que também recebeu o cartão vermelho no final da partida, por reclamação.

Observações: os erros do árbitro que acabaram prejudicando o Araxá Esporte. Primeiro, o gol do Boa foi após o lateral Neilson interceptar uma bola com a mão. O jogo prosseguiu e, em seguida, Betinho assinalou o gol da vitória. Segundo, o jogador Marcelinho Paraná, que durante, a partida já havia recebido o cartão amarelo e antes do final do 1º tempo, tirou a camisa dentro de campo, oportunidade em que deveria tomar o segundo cartão amarelo e ser expulso. O árbitro fez vistas grossas.

Resultados da sétima rodada do Campeonato Mineiro:

Sábado, 23

16h – Mário Helênio, em Juiz de Fora

Tupi 2×1 América / TO, com gols de Vinícius e Wesley (Tupi) e Celinho (América / TO)

16h – Antônio Guimarães Almeida (Almeidão), em Tombos

Tombense 0x1 Villa Nova, com gol de Tchô

Domingo, 24

16h – Mineirão, em Belo Horizonte

Cruzeiro 2×1 Caldense, com gols de Dagoberto e Ricardo Goulart (Cruzeiro) e Nena (Caldense)

17h – Dilzon Melo (Melão), em Varginha

Boa 1×0 Araxá, com gol de Betinho

18h30 – Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas

Nacional 1×3 Atlético, com gols de Caleb (Nacional) e Guilherme, Bernard e Alexandro (Atlético)

Abertura da sétima rodada

Quarta-feira, 20

22h – Arena Independência, em Belo Horizonte

América 4×0 Guarani, com gols de Juninho, Fábio Júnior e Nikão (2)

Jogos da oitava Rodada

Sábado, 30

17h – Araxá Esporte x Tombense – Fausto Alvim, em Araxá

18h30 – Villa Nova x Cruzeiro – Castor Cifuentes, em Nova Lima

Domingo, 31

16h – Atlético x Tupi – Arena Independência, em Belo Horizonte

16h – Caldense x  Boa – Ronaldo Junqueira (Ronaldão), em Poços de Caldas

16h – Guarani x Nacional, Arena do Calçado, em Nova Serrana

A rodada foi aberta ontem, 27, com jogo entre América/TO e América, no estádio Nassari Matar, em Teófilo Otoni.