Destaque »

Presidente e novo Diretor Industrial da CBMM destacam importância do relacionamento com a cidade

9 de dezembro de 2017 – 11:59 |

Na noite da última terça-feira, dia 05 de dezembro de 2017, a direção da empresa CBMM, se reuniu com profissionais da imprensa araxaense num encontro tradicional de confraternização de fim de ano, no salão …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Municípios mineiros fazem parte da maior empresa operadora de turismo da América do Sul

Sacramento, Araxá e Serra da Canastra entraram no catálogo da empresa durante o maior evento privado de turismo nacional.

Nos dias 8 e 9 deste mês, o 18º Workshop & Trade Show CVC 2012 aconteceu em São Paulo. Considerado o maior evento privado de turismo nacional, contou com mais de 600 expositores nacionais e internacionais, de 20 países diferentes. O evento tem por objetivo mostrar as tendências do setor do turismo e anunciar as novidades de produtos e serviços para 2012 e 2013. Representando a Maritaca Turismo, Rogério Oliveira esteve no evento e conferiu as novidades.

Recentemente houve mudanças na direção da CVC, e a nova proposta foi buscar destinos diferenciados. Possuir a certificação na ABNT 15.331 foi uma exigência da operadora. A decisão de inserir novos destinos em Minas Gerais foi uma demanda. Desta maneira, inseriram o Parque Nacional da Serra da Canastra e o Parque Nacional da Serra do Cipó no catálogo dos Circuitos Brasileiros.

De acordo com a superintendente de fomento de desenvolvimento de turismo de Minas Gerais, Jussara Rocha, o objetivo é inovar constantemente, abrir novos horizontes, diversificar o produto e proporcionar novas experiências aos viajantes. “Essas são atribuições das empresas que, cada vez mais, ocupam espaço no setor da produção e operação turística num cenário competitivo e globalizado. Mais ainda se atuam num segmento que cresce a cada dia – o turismo de aventura e o ecoturismo – e que necessita vender mais que uma experiência na natureza em paisagens únicas e atividades diferenciadas. Precisam ter agregado ao seu produto confiança, credibilidade e segurança”, comentou.

Ainda segundo ela, ao se certificar nas Normas 15.331 da ABNT para implementação do Sistema de Gestão da Segurança, conquistada por meio do Programa Aventura Segura, A Maritaca Turismo impõe ao seu caminho um novo modelo de atuação e gestão. “Aliado às questões da segurança, ao implementar projetos e ações de sustentabilidade na empresa e na cidade onde atua, demonstra ser ator e protagonista no desenvolvimento regional de uma nova consciência de praticar turismo e conviver com o ambiente de atuação. Isso favorece a troca com os visitantes, a valorização do destino e da comunidade, suscita uma nova consciência educadora e o empreendedorismo saudável e exitoso. Dessa forma, a conquista de novos parceiros será um resultado efetivo do trabalho , a exemplo dos novos roteiros do Projeto Circuitos Brasileiros da CVC para Minas Gerais, no qual a Maritaca Turismo ganha espaço e alça novos voos”, explicou.

O coordenador geral da Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura (Abeta), Gustavo Timo, afirmou que atualmente, no Brasil, aproximadamente 93 empresas possuem essa certificação. “Desde o atendimento ao cliente, a qualidade dos produtos, da experiência que oferecem ao visitante à segurança das atividades. O negócio fica mais consistente, e o empresário tem mais condições de competir no mercado. Todos saem ganhando, a empresa, o destino, a equipe, o empresários e, principalmente os turistas”, relatou.

As empresas de turismo de aventura que se esforçaram para conseguir o SGS aprimoraram todo o seu negócio. O Brasil é reconhecido por sua riqueza natural, pela diversidade de destinos de natureza exuberante. O ecoturismo e o turismo de aventura são o meio de conhecer, vivenciar e experimentar esses lugares. Gustavo Timo ainda diz que a implantação do SGS no Brasil mudou o patamar da oferta das empresas. “As empresas que implementaram o SGS e os destinos onde isso aconteceu são agora a referência nacional. O Brasil passou a ser reconhecido no mundo como referência, e as empresas de ecoturismo e turismo de aventura ganharam capacidade de negociar com outras empresas e ser melhor reconhecidas e avaliadas pelos consumidores”, afirmou.

O 18º Workshop & Trade Show CVC reuniu hotéis, companhias aéreas, receptivos, fornecedores, locadoras de automóveis, parques temáticos e órgãos de turismo nacionais e internacionais. Anualmente é visitado por mais de 10 mil agentes de viagens de todo o Brasil. O evento foi realizado no Expo Center Norte, no pavilhão branco, em São Paulo.

Sâmia Borges, gestora do Circuito da Canastra, ressaltou a emoção do reconhecimento. “É um sentimento de euforia, satisfação e, por que não dizer, vitória ver Sacramento, Araxá e a Serra da Canastra sendo comercializadas pela maior operadora de Turismo do Brasil, o que reconhece a nossa potencialidade e o profissionalismo da Maritaca Turismo, merecedora de nossos aplausos! Essa conquista nos dará força para continuarmos a caminhada árdua para o desenvolvimento do Turismo, além de nos mostrar que estamos no caminho certo!” finalizou.

Agora, com a Serra da Canastra como novo roteiro da CVC, Sacramento, Araxá e São Roque de Minas terão seu turismo alavancado, sendo vendido em 870 lojas CVC mais 8.000 agentes autorizados, a maior agência de turismo da América Latina acredita em nosso potencial. Agora definitivamente fazemos parte do mapa do Brasil do turismo.