Destaque »

Unidos Contra a Corrupção: Presidente da Federaminas apresenta campanha em Araxá

17 de agosto de 2018 – 16:17 |

A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas) é a primeira entidade empresarial do País a manifestar apoio à campanha Unidos Contra a Corrupção, uma iniciativa criada pela …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Mal na Espanha, Kaká admite que existe chance de retornar ao Milan

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, negou que o clube possa contratar o meia Kaká na janela de transferências de janeiro, mas as últimas movimentações da equipe e do jogador brasileiro indicam que ele pode deixar o Real Madrid e retornar ao futebol italiano nos próximos dias.

Kaká foi visto em um restaurante de Milão com amigos, incluindo o atacante Robinho, e admitiu que vê com bons olhos a possibilidade de retornar ao Milan, apesar de reconhecer que se trata de uma negociação complicada. “Eu tenho um contrato com o Real Madrid e cabe aos dois clubes chegaram a um acordo. No Milan, eu tive momentos incríveis, anos maravilhosos”, disse Kaká, em entrevista à Sky Sports Itália.

Robinho, que estava acompanhando Kaká, disse torcer pelo retorno do compatriota ao Milan. “É um grande amigo e um grande campeão, eu o amo. Pode dar muito ao Milan”, afirmou, torcendo para que o clube italiano tenha sucesso na nova tentativa de contratar Kaká – outras ações fracassaram nos últimos anos.

Na Europa, as informações são de que o Milan já abriu negociações com o Real Madrid para tentar levar o jogador novamente ao futebol italiano. Gaetano e Dario Paolillo, representantes do meia brasileiro, se reuniram na sede do clube em Milão com Galliani nesta quinta-feira.

Ao mesmo tempo, Galliani conversa com representantes do Real Madrid e tenta convencer o clube espanhol a ceder Kaká por empréstimo. O brasileiro atuou por seis anos no clube italiano. Nesse período, ele conquistou vários títulos, incluindo o Campeonato Italiano e a Liga dos Campeões da Europa, e se tornou uma estrela global.

Na última quarta, Galliani descartou a possibilidade do Milan contratar Kaká em razão dos altos salários do jogador. O meia, porém, poderia aceitar receber menos para voltar ao clube italiano, o que tornaria viável e até facilitaria o seu retorno, já que está insatisfeito com as poucas oportunidades de Real Madrid e preocupado em ter uma sequência de jogos para disputar a Copa do Mundo de 2014 pela seleção brasileira.