Destaque »

16 times vão brigar pelo titulo do Campeonato Amador

18 de setembro de 2018 – 15:45 |

Terminou no último domingo, dia 16 de setembro de 2018, a primeira fase do Campeonato Amador Unificado ( 1º e  2º divisões). A rodada apontou os 16 times classificados para a próxima etapa do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Franceses realizam missão técnica em Araxá

 Eles estarão na cidade, de 4ª feira, 1º, até domingo, 5, visitando vários locais.

Nsta quarta-feira, 1°, representantes da Companhia Vichy, da França, chegaram a Araxá para conhecerem e avaliarem o potencial turístico e econômico da cidade, no Tauá Grande Hotel. A visita é fruto de uma missão técnica, feita pela Europa, no ano passado, que contou com as presenças de representantes do poder público, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do empresariado local.

O presidente geral da empresa Jérôme Phelipeau, e o diretor-geral Erwan Madec fizeram apresentações do empreendimento francês, que engloba linha internacional de cosméticos e maquiagem, além de hotelaria (bem-estar), spa e termalismo em Vichy, na França.

De acordo com Erwan, a visita pode ser considerada um primeiro passo para se concretizarem parcerias, mas é necessário avaliar todas as potencialidades turísticas e econômicas de Araxá. “Precisamos ter conhecimento para depois pensar um tipo de parceria. É um momento de análise. A equipe de Araxá tem conhecimento sobre Vichy, porque foram nos visitar. E o objetivo agora é o mesmo, que possamos ter conhecimento de Araxá. Estamos em fase de descobrimento”, disse.

O presidente geral Jérome colocou que Araxá é comprometedora nessa questão de águas termais. “É o que motiva as nossas primeiras trocas de experiências. A lógica do desenvolvimento de Vichy é muito mais global. O desenvolvimento envolve não apenas o aspecto termal, mas todos os agentes do turismo. O termalismo é o motor, mas ele precisa de outros segmentos para que possa seguir bem”, concluiu.

Para ele, diferentes elementos são importantes de serem citados nesse processo. “Capacidade hoteleira, qualidade das águas, transportes, lazer, porque, se falamos em estadias de uma semana, que é como trabalhamos, por dia, o cliente está em tratamento durante duas horas, mas precisamos ocupar o resto do dia. Não podemos permitir que o cliente fique sem ter o que fazer”, explicou.

O consultor da empresa, Julien Schmitt, também presente nessa visita, afirmou que os investidores observaram que Araxá e Vichy têm as suas semelhanças. “Esse foi o elemento principal. Agora, a etapa é entender bem o contexto de Araxá, todos os elementos, o que acontece, a situação do hotel, das termas, da cidade e, a partir disso, ver quais são as possibilidades de colaboração e parceria”, esclareceu.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, comentou que o segmento de bem-estar está sendo cada vez mais trabalhado no município. “Nós encontramos um lugar semelhante a Araxá e que está bem à frente da gente aqui. Foi daí que planejamos junto ao Sebrae, ao Grupo de Desenvolvimento de Ações Estratégicas (GDAE), criado depois dessa missão, e que tem tomado as decisões em conjunto para um planejamento a médio, a curto e a longo prazos”, salientou.

O prefeito de Araxá, Jeová Moreira da Costa, acrescentou que o município está em busca de parcerias, com o objetivo de proporcionar um intercâmbio de ideias entre Araxá e Vichy. “Na missão à Europa, coordenada pela secretária Alda Sandra, nós encontramos, em Vichy, uma grande semelhança com a nossa riqueza natural. E encontramos pessoas com a boa vontade para fazer o que queremos para Araxá”, finalizou.

Os franceses da companhia de Vichy estarão em Araxá até o dia 5 de fevereiro. Além de visitas à Estância Hidromineral do Barreiro, ao Grande Hotel e às Termas, eles conhecerão as estruturas da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e da empresa responsável pelo envasamento das Águas Minerais de Minas (subsidiária da Copasa). Também está programado reuniões com representantes da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e empresários locais.