Destaque »

Zema e ministros anunciam R$ 250 milhões para investimento em turismo e saneamento básico em Minas

10 de julho de 2020 – 17:36 |

Em uma agenda surpresa, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, concederam entrevista coletiva à distância na segunda-feira junto com o governador de Minas, Romeu Zema (Novo). …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Cultura

Circuito CBMM de Cultura com Gabriel Chalita em Araxá

O filósofo e escritor Gabriel Chalita abre a quinta temporada do Circuito CBMM de Cultura

Em uma iniciativa da CBMM, em parceria com o Sempre um Papo e o Uniaraxá, o programa “Sempre Um Papo” começa, em 2012, a quinta temporada em Araxá, recebendo o filósofo e escritor Gabriel Chalita para debate sobre o tema “Educação, Ética e Filosofia”. No encontro, lança os livros “Socrátes e Thomas More – Correspondências Imaginárias” (Planeta) e “O Pequeno Filósofo” (Globo Livros). O evento ocorre no dia 10 de fevereiro, sexta-feira, às 19h30, no Centro de Convivência do UniAraxá  – Av. Ministro Olavo Drummond, 05, Bairro São Geraldo. O debate é mediado pelo idealizador do Sempre Um Papo, Afonso Borges. A entrada é gratuita.

A obra “Socrátes e Thomas More” gira em torno da troca de cartas entre o filósofo Sócrates, e o acadêmico Thomas More. Já “O Pequeno Filósofo” reúne máximas leves e despretensiosas, que visam ajudar aqueles que querem aprender a filosofar, principalmente os jovens.

Autor frequente nas listas de best-sellers brasileiros, Gabriel Chalita é conhecido por sua competência literária: passeia com desenvoltura por uma diversidade de gêneros, do ensaio à poesia, do texto epistolar à ficção, do teatro a obras jurídicas. Qualquer que seja o estilo adotado, porém, um tema parece sempre ecoar em grande parte da sua encorpada bibliografia – a filosofia.

Gabriel Chalita nasceu em Cachoeira Paulista (SP), em 1969. Doutor em comunicação e semiótica e em filosofia do direito, é professor universitário, além de membro da Academia Paulista de Letras e da Academia Brasileira de Educação. Sua obra é composta por mais de 60 títulos, da poesia aos ensaios, do infantil aos contos e romances. Foi secretário da Educação do Estado de São Paulo e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação. Em 2010, elegeu-se deputado federal, com mais de meio milhão de votos. .