Destaque »

AAL comemora 53 anos e escritora Wilma Cunha recebe Comenda Literária

19 de Maio de 2018 – 0:36 |

A noite da última terça-feira, dia 15 de maio de 2018, foi de comemoração  e homenagem, para os membros da  AAL – Academia Araxaense …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

Morte de Elvis Presley completa , mas mercado continua vivo Parte final

FRANCISCO JOSÉ GÉA

Curiosidades sobre Elvis Presley

Apesar do seu enorme sucesso se apresentando como uma pessoa do tipo moreno e inclusive ele tornou muito famoso aquele seu topete negro e muito bem penteado. Elvis era loiro de nascença. Ele tingia os seus cabelos.

Em um dos seus mais conhecidos filmes “ O seresteiro de Acapulco”, há de se registrar que aquela produção não teve nenhuma cena filmada naquela paradisíaca Acapulco (no México), todas as cenas foram filmadas nos estúdios da Paramount Pictures.

Em 1967, Elvis ganhou um premio de melhor performance por uma musica sacra, que levava o titulo de “How Great Thou Art”. E como era muito religioso, ele falou para os seus fãs que: “Ele não era rei de nada e que Cristo é que era rei, e que ele era apenas um cantor.

Passados apenas 3 dias de sua morte, alguns vândalos tentaram violar o seu tumulo e tentaram ainda roubar o seu corpo, por isso os seus restos mortais foram levados para a cidade de Graceland.

Elvis foi considerado como uma das pessoas mais fotografadas da historia mundial.

Ele teve um irmão gêmeo natimorto em 8 de janeiro de 1935, este seu irmão se chamaria de Jessé, mas não resistiu ao parto. Foi enterrado dentro de uma lata, em virtude de que a família de Presley era tão pobre, que não possuía dinheiro para comprar um pequeno caixão.

Elvis Presley, em toda a sua carreira, se apresentou fora dos Estados Unidos, por apenas 5 vezes, sendo que todos estes 5 shows foram no Canadá e todos foram durante o ano de 1957.

Aquelas estranhas e extravagantes vestimentas brancas, com gola alta, em que ele se apresentava, já no final de sua carreira, quando ele já estava em plena decadência física e artística foram criadas por ele mesmo.

Aqui no Brasil, precisamente na cidade de Rio de Janeiro, ate hoje, ainda existe um fã clube intitulado de Elvis Brazilian Friends, e que tem a sua sede na Rua Senador Vergueiro nº 45, loja 06, no Bairro do Flamengo.

No dia de sua morte Elvis estava pesando 170 quilos.

Todos os anos, no dia de sua morte, 16 de agosto, mais de 800.000 visitantes vão em peregrinação ou em turismo, visitar a casa onde ele viveu, levando muitas divisas para o turismo local.

Na cidade de São Sebastião do Paraíso, localizada no Sudoeste de Minas Gerais, existe um verdadeiro santuário dedicado a sua memória. E que foi construída uma gruta na Fazenda São Judas Tadeu, pelo seu proprietário, o Sr. João Flávio Lemos de Morais, que era um antigo fã de Elvis, o qual construiu uma estatua de bronze e um outro monumento em homenagem ao “ Rei do Rock” Diz o proprietário, o Sr. João Flávio, que por ele tanto gostar e admirar Elvis Presley, que o espírito de Elvis vive na fazenda.

Também há um polemico livro, de autoria da escritora Gail Brewer Giorgio, da Editora Record, com 190 páginas com o titulo “Elvis está vivo”, onde contem diversos documentos e depoimentos dizendo que Elvis Presley não faleceu, que até hoje ainda está vivo, que é um velhinho bem esperto e que vai para todos os lugares. Neste livro a autora conta que em seu caixão estava uma outra pessoa muito parecida com ele.

Para mim é a mais pura lenda de uma fã inconformada com a morte de seu ídolo e que esta tese faz parte das teorias de conspiração.

Francisco José Géa