Destaque »

CIMTB: Avancini vence pela 5ª vez em Araxá

20 de Abril de 2018 – 1:49 |

Henrique Avancini e Chloe Woodruff  foram os mais rápidos na somatória de tempo. Decisão aconteceu na tarde de domingo (15).
Com a mão aberta em alusão as 5 vitórias Avancini soltou o grito de vitoria com muita …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

Maria Cármen Ávila de Paiva

Demorei um pouco, mas voltei. Como foram de fim de ano? Espero que bem e que em 2018 a gente se encontre mais.

Pois então, na minha última coluna, ainda em 2017, eu disse que falaria sobre Orvieto, uma cidadezinha medieval italiana – fora do circuito turístico habitual –  na qual paramos no caminho entre Roma e Florença. Nós fomos de carro, mas fica a uma hora e meia de trem, saindo da capital, caso vocês prefiram fazer umaviagem bate e volta.

Uma das suas principais atrações é a Duomo, considerada uma das Sete Maravilhas Italianas. É uma catedral linda e tão grande, que é difícil de ser enquadrada em uma fotografia. Logo na sua fachada, percebemos detalhes em mosaicos e pinturas de figuras bíblicas. O seu interior é igualmente imponente e tem muitas obras de arte.

Além disso, fomos a Fortaleza Albornoz, construída no topo de um paredão de rochedos commais de 300 metros de altura. Lá de cima, foi possível ter uma vista incrível da região da Umbria e da paisagem de campos e vinhas que cercava o local.

Existem outros passeios, como a ida a Torre dos Mouros ou ao Poço de São Patrício, que devem ser bem interessantes. Mas, não encaramos os degraus, afinal tínhamos pessoas de mais idade no grupo. Preferimos sentar em um restaurante e desfrutar da atmosfera de Orvieto, degustando iguarias italianas e o vinho produzido na região e que leva o nome da localidade.

Ficamos todos encantados com a cidade e recomendo uma visita, se vocês gostarem de locais bucólicos e aconchegantes. Beijos e até breve, se Deus quiser.