Destaque »

Araxá realiza 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

14 de novembro de 2018 – 17:47 |

Foi realizada na última terça-feira, dia 13 de novembro, na Pousada Dona Beja, a  10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araxá. O evento reuniu representantes de entidades e …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

FOI AQUELA GOSTOSA, PESCARIA NO RIO XINGU

Dois dias de uma cansativa viagem, porque para adiantarmos, parávamos somente para um cafezinho, para isto íamos trocando de motoristas. Cada um dirigia certo tempo, principalmente na noite, onde tínhamos que ficar acordados ajudando quem estava na direção. Finalmente chegávamos naquela linda praia do rio Xingu. Eram ainda cinco horas da matina, a aurora nos preparava um lindo espetáculo da natureza. Raios luminosos cortavam a escuridão do finzinho de noite, anunciando o nascer do rei do universo. Logo, nos pusemos ao trabalho, enquanto armávamos as barracas, sendo primeiro a da cozinha, pois Benedito iria preparar um reforçado café. Aos poucos aquela vida selvagem vinha despertando, para mais um novo dia. O inhambu chororó, cantava bonito, acompanhado das saracurinhas três potes. O bando de pássaros-preto faziam algazarra, macacos pulando de galho em galho, passeavam nas copas das lindas árvores; já estávamos nos deliciando com o caprichado tira jejum que nosso grande cozinheiro Benedito havia feito com tanto carinho. Naquele dia, não pescamos, ficamos programando e organizando o bagulho de pesca. Nosso guia o Tião, nos instruía e comentava sobre os melhores pesqueiros. Enquanto aguardávamos o almoço, bebericávamos e já era a hora dos gostosos causos e as engraçadas piadas. Almoçamos e fomos tirar uma cochilada, para descansamos e também fomos deitar muito cedo naquele dia, pois na manhã seguinte o trabalho era duro. Sempre levantávamos muito cedo, porque evitávamos pescar à noite por sabermos dos perigos da bacia amazônica. São: canguçus (onças pintadas ou pretas), catetos e queixadas, além de outros bichos como as cobras, principalmente a surucucu. No rio, aparecem as sucuris e os temidos jacarés açu; todos estes animais podem atacar à noite principalmente, pela escuridão que nos coloca sem defesa. Porém as pescarias eram maravilhosas, a variedade de peixes como, pirarara, filhotes, cachorras, o tambaqui, que quebra o coco na boca, devido a forte dentição, além de muitos outros.Nas refeições e nos horários das beiçadas, nunca faltava um peixe caprichosamente assado pelo Benedito.Nessas horas a branquinha rolava solta, além das engraçadas piadas e os emocionantes causos contados pelo nosso guia. Eram causos de caçada de onça principalmente, os apertos que passavam, quando a bichona atacava.Foram dias inesquecíveis aqueles ali passados; que saudade das lucrativas pescarias, dos ótimos passeios, um convívio gostoso com a turminha e nosso guia, que…

                                            FOI AQUELA GOSTOSA, PESCARIA NO RIO XINGU

francelinocardosojr@hotmail.com