Destaque »

CBMM amplia área de atuação e anuncia criação do Centro de Matéria Prima para Turbinas de Avião em Araxá

14 de dezembro de 2018 – 11:13 |

A direção da empresa CBMM, realizou na noite da última terça-feira, dia 11 de dezembro, no ‘Clara Rosa Eventos’,  a tradicional reunião de confraternização com profissionais e diretores de organismos de imprensa da cidade de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

“ETERNOS ÍDOLOS DA M.P.B” “VINICIUS DE MORAES”

APRESENTAÇÃO

Seu nome era tão extenso quanto ao seu talento, seu verdadeiro nome era MARCUS VINICIUS DE MELO MORAES, sendo que para a novíssima e atual geração, este nome pode até parecer um nome bem antigo da MPB, entretanto VINICIUS DE MORAES, foi de um talento e de uma capacidade, que talvez pouquíssimo brasileiros tiveram e tenham.

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1913 e faleceu naquela mesma cidade no ano de 1980, com a idade de 67 anos, sendo que o mesmo era escritor, poeta, compositor, intérprete, advogado e diplomata.

“PRODUÇÃO LITERÁRIA”

 

Vinicius de Mores, lançou o seu primeiro livro, quando ainda estava terminando a Faculdade de Direito, sendo que livro chama-se de “Caminho Para a Distância”, e logo a crítica literária viu que estava surgindo um novo e promissor escritor, em seguida lança novos livros, iniciando aí uma fecunda produção literária, que entre outros ele lança, : “Novos Poemas”, “Livro de Sonetos”, “Procura-se Uma Rosa”, “Para Viver Um Grande Amor”, para lançar depois, isto no ano de 1956, a sua maior obra, que foi “Orfeu da Conceição”, produção de tão alta qualidade, que anos depois serviria para ser enredo de filme, sendo que a partir desde romance e deste filme é que marca a sua aproximação com a música popular.

“PRODUÇÃO MUSICAL”

Vinicius de Moraes, foi um dos nomes mais importantes dentro da criação do movimento da “Bossa Nova”, sendo que a sua amizade com Tom Jobim, rendeu muitos subsídios para aquele vitorioso movimento da MPB.

Homem de vastíssimo talento, possuía uma enorme variedade de amigos e parceiros, gente como:  “Tom Jobim”, Haroldo Tapajós, Octávio de Faria, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Chico Buarque, João Cabral de Melo Neto, Fernando Lobo, Antonio Maria, Sergio Porto, Paulo Mendes Campos, Haroldo Barbosa, Edu Lobo, Toquinho, Baden Powell, Carlos Lyra, Geraldo Vandré, Raul Sampaio e possuía amizade até com o diretor de cinema americano, Orson Welles, o grande criador do clássico “Cidadão Kane”.

Enfim, conviver com Vinicius de Moraes, era respirar cultura e conhecimento 24 horas ao dia. Sendo que outra curiosidade de sua personalidade, era que o mesmo era “mulherengo” ao extremo, sendo que ele casou por 8 (oito) vezes, um verdadeiro recorde de pessoa do mundo artístico e cultural.

“SEU MAIOR SUCESSO DE TODOS OS TEMPOS”

Levava o título de “GAROTA DE IPANEMA”, o qual ele compôs em parceria com Tom Jobim, disco e música,  que atravessou as fronteiras do Brasil, chegou até aos Estados Unidos, onde a mesma foi gravada por nada menos até pelo ícone americano que foi o cantor “Frank Sinatra”.

“SUCESSO INESQUECÍVEIS”

1) ”GAROTA DE IPANEMA”

2) “SERENATA DO ADEUS”

3) “TARDE EM ITAPÕA”

4) “SAMBA DE BENÇÃO”

5) “GENTE HUMILDE”

6) “MEU PRANTO RODOU”

7) “ESCRAVO DA ALEGRIA”

8) “COMO DIZIA O POETA”

9) “TOMARA”

10) “O GRANDE APELO”

11) “SAMBA DE GESSE”

12) “SÃO DEMAIS OS PERIGOS DESTA VIDA”

13) “REGRA TRÊS”

14) “VALSA PARA UMA MENININHA”

15) “EU SEI QUE EU VOU TE AMAR”

16) “TESTAMENTO”

17) “APELO”

18) “O CANTO DE OSSANHA”

19) “MARCHA DA QUARTA-FEIRA

20) “INSENSATEZ”

“EPÍLOGO”

Vinicius de Moraes, foi um poeta, um músico, sempre viveu com copo nas mãos, pois foi músico, amigo, boêmio e amante, sempre ele dizia que enquanto ele tivesse vida, estaria ao lado de uma mulher bonita, um copo de algum drinque e de uma música bonita, assim ele viveu, da maneira que sempre desejou.

(FIM)

Francisco José Géa