Destaque »

Ganso empata com Patrocinense e garante vaga na semifinal da Segundona

14 de outubro de 2018 – 0:07 |

Terminou agora a pouco, ( sábado,dia 13 de outubro de 2018), a partida entre Patrocinense e Araxá Esporte, no estádio Júlio Aguiar, na cidade de Patrocínio, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

É SURUBIM E DOS GRANDES

Foi uma noite de um sono só, estávamos muito cansados naquele dia de muita pescaria, por isto, naquela manhã, despertávamos a toda. Parecia que tínhamos ganhado nova vida, muito bem dispostos. Benedito cantarolando, terminava de fazer o tira jejum, segundo ele o reforça bucho. Logo que terminamos o café, fomos ali pertinho mesmo, num tanque ao lado do nosso alojamento, arriscarmos um bom suruba, pois o tempo prometia. Os lances de nossas carretilhas desciam a grande corredeira, do rio das Mortes, a procura do grande peixe. Com isca de tuvira, ficávamos na boa, na expectativa de um puxão. Em pouco tempo, o monstrengo é fisgado fazendo a alegria de nosso companheiro Armindo Maia; foi uma festa; a turminha logo veio para ajudar tirar da água, aquele lindo exemplar de mais de quarenta quilos. Uns com palpites, outros descansando. O Armindo, já estava cansado com aquela briga, que já durava mais de quarenta minutos. Finalmente o monstrengo cedeu; de mansinho veio encostando-se ao barranco. Era maravilhoso, cansado da grande luta, ele mal sacudia o rabo. Armindo também estava pregado, mas pediu logo uma branquinha, para festejar o grande feito. Depois de algumas fotos, o rei do rio, como dissera o Benedito, foi solto. Nadando muito devagar, ele foi ganhando o fundo do grande rio, sumindo de nossas vistas. Todas as manhãs fazíamos ali, ótimas pescarias, naquele tanque, que formou uma ótima seva, porque o Benedito lavava, naquele lugar, seus apetrechos de cozinha, sevando assim a peixarada. Além de surubins, também fisgamos lindos piaus, piaparas, até uma linda pirarara. Muitas vezes, deixávamos de pescar pela manhã, a fim de fazermos gostosas caminhadas, aproveitando a temperatura mais fresca daquele lugar, onde o calor chega a mais de quarenta graus, durante o dia. Foram dias maravilhosos, principalmente os causos contados pelo nosso guia, Tião. Morador daquele cantinho, onde dedicava além do serviço de guia, o trabalho de madeireiro e catador de castanhas. Muito engraçado, floreava os causos para ficarem mais emocionantes, e eram ótimos. Engraçado foi no último dia; Armindo outra vez, é presenteado com uma gostosa fisgada. Muito entusiasmado ele gritava para a turma, gente…
É SURUBIM E DOS GRANDES
Francelinocardosojr@hotmail.com