Destaque »

Fiscais da Vigilância Sanitária de 8 cidades participam de oficinas em Araxá

21 de maio de 2019 – 16:42 |

Os profissionais que trabalham com fiscalização no setor de Vigilância Sanitária na Microrregião do Planalto de Araxá se reuniram no último final dee smeana.  Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

19 05 03 FOI MAIS UMA GOSTOSA PESCARIA .

Era bem cedo, a aurora veio naquela manhã, nos presentear com um lindo espetáculo. Raios solares multicores, ornamentavam o céu azul, tingindo o lindo quadro, pintado pela natureza, ornamentando ainda mais, aquele ambiente tão selvagem, porém tão romântico. Benedito como de costume, já tinha preparado o rebenta peito como ele dizia do gostoso tira-jejum. Enquanto observávamos aquela maravilha , ouvimos do outro lado do rio, latidos de cães caçadores Corremos para beira do rio e presenciamos um fato raríssimo. Um veadinho catingueiro, nadava atravessando o rio sendo perseguido pelos cachorros. Ele saiu na nossa margem, algumas dezenas de metros abaixo. Sacudiu o corpo para enxugar-se, olhou para outro lado do rio, parecendo certificar-se de que estava livre de seus perseguidores e despreocupadamente, entrou mata adentro. Como começava emocionante aquele dia, era para nós a primeira surpresa de tantas que esperávamos. Logo descíamos o Velho Chico naquele barco com os seis companheiros, em viagem rumo ao grande tanque, lugar onde nosso guia o Zezé, dizia estar os grande dourados. Na viagem vínhamos atentos às margens do rio, onde capivaras sempre pulavam do barranco assustadas pelo barulho do barco, também pacas e até uma grande anta se banhava. Finalmente chegamos a ao grande tanque; parecia que as águas vindas de uma corredeira ali descansavam, servindo de moradia para os grandes peixes. De inicio um lindo dourado era fisgado pelo meu neto Lucas; como debatia aquela verdadeira fera de mais de quinze quilos! Mergulhava parecendo querer puxar o barco e voltava à tona, com lindos saltos, balançando no ar, tentando se ver livre do anzol que o prendia pela boca. Era a primeira fisgada que logo em seguida Murilo também festejava, com mais uma emocionante fisgada em outro dourado do mesmo tamanho. Tínhamos certeza, que ali estava o cardume dos monstrengos dourados. Assim foi aquela manhã, todos fazendo sua gostosa e farta pescaria.Às onze horas, voltamos para as barracas, enquanto aguardávamos o almoço, fazíamos o aperitivo, rindo das piadinhas de nosso guia, que também, contava causos emocionantes sobre pescarias e caçadas de javali. Foram dias maravilhosos, ótimas pescarias onde fisgamos além dos lindos dourados, grandes surubins, trairões, piaparas, mandis e muitos outros exemplares. Finalmente chegou o dia da partida Como foram rápidos aqueles dias, passaram tão depressa, porque…
FOI MAIS UMA GOSTOSA PESCARIA…
francelinocardosojr@hotmail.com
.