Destaque »

CBMM amplia área de atuação e anuncia criação do Centro de Matéria Prima para Turbinas de Avião em Araxá

14 de dezembro de 2018 – 11:13 |

A direção da empresa CBMM, realizou na noite da última terça-feira, dia 11 de dezembro, no ‘Clara Rosa Eventos’,  a tradicional reunião de confraternização com profissionais e diretores de organismos de imprensa da cidade de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

18 08 17 EM CADA PESCARIA, UMA NOVA AVENTURA

De fato, a pescaria é uma busca de aventuras; vivemos momentos inesquecíveis que não saem de nossa memória, grandes aventuras e como são gostosas! Lembro-me daquela pescaria no Bico do Papagaio, no rio Araguaia logo onde ele encontra com o Tocantins, separando os estados do Pará, Tocantins e Maranhão.

É uma maravilha, a mata amazônica, verdadeira selva brasileira. Por se tratar de um lugar muito perigoso, onde temos que enfrentar de porcos selvagens às grandes onças, e muitos outros animais, inclusive as cobras peçonhentas, como a surucucu. Esta, além de muito grande, é agressiva e ataca de cima de árvores, tida como uma das mais peçonhentas do Brasil. Por estes motivos e também dos insuportáveis mosquitos e principalmente os da maleita, ficamos instalados naquele grande barco. Era uma grande casa, com dez beliches confortáveis. Quando queríamos pescar em outro lugar, pegávamos o barco.

Era madrugadinha, quatro e pouco da matina. Ainda muito escuro e já estávamos prontos para a arrancada daquela manhã. Iríamos conhecer um novo pesqueiro, segundo o guia Tião, muito piscoso e o lugar muito bonito e até romântico. O tira jejum já estava sendo servido, Benedito caprichara naquele verdadeiro banquete. Por medida de segurança, ficamos aguardando o dia clarear, pelas cinco da matina, o rei do universo começa a jogar na terra, seus raios multicores, anunciando um novo dia. Era a aurora, fenômeno da natureza que Deus criara, para presentear nossas vistas e alegrar nosso espirito e alma. No barco, partimos rumo ao novo pesqueiro. Embarcamos na possante voadeira e seguimos rio a cima observando o movimento ribeirinho, onde bandos de aves piando, cantando, animais atirando dentro da água assustados conosco chamavam nossa atenção. Como é bonita a aurora, o amanhecer, no meu sertão!

Finalmente chegamos naquele que parecia um grande tanque, com grandes pedras que nos dava a impressão que o rio vinha descansar, depois de passar pela grande corredeira. Era sem dúvida um ótimo pesqueiro, pois em pouco tempo já teríamos faturado até uma grande pirarara. Foram dias maravilhosos, boa pescaria, ótimos passeios, e em…

EM CADA PESCARIA UMA NOVA AVENTURA

francelinocardosojr@hotmail.com