Destaque »

Ganso empata com Patrocinense e garante vaga na semifinal da Segundona

14 de outubro de 2018 – 0:07 |

Terminou agora a pouco, ( sábado,dia 13 de outubro de 2018), a partida entre Patrocinense e Araxá Esporte, no estádio Júlio Aguiar, na cidade de Patrocínio, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

18 08 03 COMO ERA GOSTOSO, PESCAR NO RIO MACACO

Depois de muita discussão, muitos palpites, resolvemos a parada, ir pescar no rio Macaco em Goiás, na companhia dos companheiros de Formosa, a turminha de Ramon. Partimos naquela sexta feira; Ramon já nos aguardava com tudo prontinho para aqueles gostosos dias e sem perda de tempo partimos rumo ao rio Macaco. Finalmente chegamos, nas margens daquele piscoso e gostoso rio. Nosso acampamento foi montado, numa linda praia, que dividia o rio da mata nativa, onde abrigava grande fauna e flora. O rio formava ali um grande tanque, que era o término de uma majestosa cachoeira. Nas margens, um lajedo, formado por grandes pedras, sendo também protegido pela sombra de frondosas árvores nascidas ali pertinho do rio..Era aquele cantinho, o nosso lugar escolhido para nossas pescarias. Parecia ser ali a moradia de surubas, filhotes, jaus e cachorras, não dizendo os piaus piaparas e muitos mais. Ainda escuro, já estávamos a trabalho, para buscarmos o peixe para o almoço. Por ali ficávamos divertindo com ótimas fisgadas até o horário do almoço, quando Benedito batia a panela anunciando que o bofe estava pronto. Depois do almoço, tirávamos uma pestana e lá pelas quinze horas já estávamos de volta. Pescávamos até lá pelas dezoito horas e vínhamos para perto das barracas, jogarmos conversa fora e darmos nossas costumeiras beiçadas, segundo Benedito. Enquanto isto Benedito preparava os tira-gostos e também o gostoso jantar. Eram os melhores momentos, quando ouvíamos gostosos causos, de pescaria, de caças além de boas e engraçadas piadas. Tudo isto faz parte de uma boa pescaria, principalmente com a turminha animada e muito engraçada. Ramon que conhecia muito bem aquela região, era o guia. Seguíamos suas sugestões, desde os pontos de melhores pescas, aos passeios pelo rio, na grande canoa. Divertíamos também com os miquinhos, que ali se acostumaram devido aos agrados de Benedito. Ficaram tão mansos que chegavam a entrar nas barracas. Nas tardes eram as raposinhas e cachorros do mato e até uma loba com filhotes, vinha matar a fome num cocho onde Benedito colocava os restos de comida. Passarinhos cantavam o dia inteiro na castanheira ali pertinho, Porém nas madrugadas, na mata onças esturravam, como se estivesse procurando as companheiras. Como foi bom aquele passeio; divertimos muito, com ótimas pescarias e gostosos passeios. E…
COMO ERA GOSTOSO, PESCAR NO RIO MACACO..
francelinocardosojr@hotmail.com.